Veja como tratar corrimento vaginal



O corrimento vaginal é identificado por uma substância espessa, de cor branco acinzentado e mau cheiro. “O problema é causado pela ação de um fungo chamado Candida Albicans, também conhecido por cândida ou candidíase”, elucida Leme.

Ele também vem acompanhado de coceira na vagina e aparência avermelhada do órgão. Outro problema relatado pelas mulheres é a ardência no ato sexual.

Ao recorrer a um tratamento, é importante deixar claro que o parceiro da mulher também precisa se cuidar, já que há o risco de reincidência pelo agente causador não ter sido eliminado também no homem.

aroeira é uma erva usada para solucionar muitos problemas de saúde. Em meio aos tratamentos, o chá feito a partir de partes da planta é um dos mais consumidos e indicados. Porém, existem outras formas para utilizá-la.

Essa planta é indicada para tratar os problemas de corrimento vaginal, justamente por restituir o ph normal da flora vaginal e controlar o crescimento desordenado das bactérias anaeróbias que causam a infecção.


Chá de aroeira:

Ingredientes:

  • 1 litro de água filtrada;
  • 100g do pó das cascas de aroeira.

Modo de preparo:

Pegue uma panela com tampa e coloque a água para ferver. Assim que entrar em ebulição, desligue o fogo e acrescente a aroeira. Abafe o recipiente por cerca de 10 minutos. Passado esse tempo, use uma peneira para remover toda a erva.

A indicação é de que o chá de aroeira seja consumido em até três doses diárias.

Banho de aroeira:

Ingredientes:

  • 1 litro de água filtrada;
  • 25g de cascas de aroeira.

Modo de preparo:

Pegue uma panela e coloque a água para ferver. Feito isso, coloque a água ainda quente em uma bacia maior. Logo em seguida, adicione as cascas da aroeira. Deixe esfriar um pouco, antes de se banhar.

O processo deve ser realizado ao menos uma vez por dia.

 

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.